domingo, 18 de setembro de 2016

Afiliada do SBT está aberta a negociações para venda


O diretor de marketing da TV Tribuna, afiliada do SBT no Espírito Santo, Geraldo Shuller, confirmou as demissões dos funcionários da emissora em contato com esta coluna.

Shuller contou que dos 513 funcionários da rede Tribuna (rádio, TV e jornal), apenas quatro foram demitidos na TV e 60 em toda a rede. "O mercado enfrenta uma crise como um todo e a Rede Tribuna não foge disso. Seguramos as demissões mas chegou um momento que não dava mais, a conta não fechava. O impresso teve uma queda de vendas e de patrocínios, mas continuamos apostando no negócio. Todo o programa de demissão teve o aval do sindicato", conta o diretor.

Os demitidos da afiliada do SBT tiveram suas rescisões parceladas em até 12 vezes. "A parcela nunca pode ser menor do salário que ele recebia na empresa. Foi um acordo com o sindicato", explica Geraldo Shuller.

Segundo o diretor, a TV Tribuna não está à venda, mas não descarta negociar com interessados. "Não tem uma placa de venda na porta. Mas isso não quer dizer que não estamos abertos a negociações. Não existe um valor para começar a negociar. Quem tiver uma proposta, faça, ela será analisada pela diretoria. Só não acredito no fatiamento do grupo", diz.

Geraldo Shuller destaca que nenhum programa da TV Tribuna foi retirado do ar e que novas demissões estão descartadas a curto prazo. "O nosso acordo com os Sindicato só permite daqui a seis meses. Vamos aguardar como o mercado vai ser comportar ate lá", finaliza.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...