sábado, 30 de julho de 2016

Temporada de "Malhação" termina como começou: triste

Temporada de "Malhação" termina como começou: triste
Muito se criticava a novela “Malhação” por ser infantilizada demais ou até mesmo distante da realidade. Eis que esta atual temporada, intitulada “Seu Lugar no Mundo”, com seu último capítulo sendo exibido na próxima terça-feira (3), fez justamente o caminho contrário. E não foi, nem de longe, positivo como se esperava.

Emanuel Jacobina, autor do que pode se chamar de “temporadas de ouro” da série, retornou após quatro anos de afastamento. Desta vez, a trama acabou fugindo do aspecto leve e impôs um clima soturno, bem distante do comum. Começou apresentando uma tragédia: a morte de João (João Vithor Oliveira), irmão do protagonista Rodrigo (Nicollas Prates). Em seguida, veio o acidente de Ciça (Júlia Konrad), que causou sua paraplegia temporária e o drama da acusação injusta imputada ao pai da protagonista, Luciana (Marina Moschen). Haja angústia.
A vida de Ciça foi um melodrama infindável. Além de ficar sem os movimentos das pernas temporariamente, a adolescente ainda se via grávida, dando a luz ao menino Rodriguinho. E para completar o combo de infortúnios, o telespectador descobria que o bebê não era filho do jovem morto, e sim fruto de um estupro perpetrado por Samurai (Felipe Titto), traficante de drogas obcecado por ela.

Samurai, inclusive, terminou por agravar e trazer um clima ainda mais sombrio pra novela. O vilão apareceu na história disposto a ficar com a menina e o bebê, custe o que custar. Até mesmo fazendo-a passar por maluca, quando a dopou e fez com que ela tivesse um surto na frente de todo mundo, tirando a credibilidade de qualquer denúncia contra ele. Por fim, Samurai ainda jogou a jovem e o seu filho em cárcere privado durante mais de 30 capítulos, fazendo com que a trama entrasse no mistério do sumiço de Ciça e Rodriguinho – relembrando o acontecido na temporada de 2010/2011, quando a desaparecida era Raquel (Ariela Massoti).

Nesta semana, quando Ciça teve seu paradeiro localizado por Filipe (Francisco Vitti), Samurai assassinou o menino durante uma perseguição de moto, provocando colisões que terminaram num acidente fatal para Filipe. Pro final do vilão, especula-se sua morte num penhasco, podendo ser ela intencional/assassinato, com Ciça empurrando-o de lá, ou acidental, com ele escorregando ao tentar fugir. Peso forte pra uma novela jovem.

Claro que temas polêmicos sempre fizeram parte da “Malhação”. Citando pontos semelhantes aos desta temporada, em 1999, por alguns capítulos havia um traficante de drogas disfarçado de vendedor de doces; em 2000, tivemos a paraplegia de Marquinhos (Daniel de Oliveira) e Bia (Fernanda Nobre) quase sofrendo um abuso de Perereca (Márcio Kieling); Em 2008 e 2011, as mortes acidentais dos vilões Andréas (Cleiton Morais) e Rique (Lucci Ferreira); e em 2012, 2013 e 2014, os assassinatos de Carmem (Helena Fernandes), Marcela (Danielle Winits) e Alan (Diego Amaral) – curiosamente, todas por atropelamento.

Mas, nem de longe, trouxeram a atmosfera escura que “Seu Lugar no Mundo” teve. Que essa morbidez não esteja tão presente na próxima, chamada de “Pro Dia Nascer Feliz”, que estreia depois das Olimpíadas.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...