sexta-feira, 10 de julho de 2015

Quase 20 anos após morte, justiça argentina decide exumar corpo de Fangio para fazer teste de paternidade‏


A justiça de Mar del Plata, na Argentina, ordenou, nesta sexta-feira (10), a exumação do corpo do pentacampeão mundial Juan Manuel Fangio. O motivo é o pedido de reconhecimento de paternidade de Oscar “Cacho” Espinosa, filho não reconhecido pelo ex-piloto, segundo informa o ‘Infojus Noticias’.

O procedimento será realizado a partir de 7 de agosto, poucos dias após a morte de Fangio completar 20 anos. O argentino morreu aos 84 anos, sem nunca ter se casado e reconhecido algum filho.
De acordo com a sua biografia oficial, Fangio manteve um longo relacionamento com Andrea Berruet, que teve fim em 1960. Deste relacionamento teria nascido Espinosa, que também foi piloto e chegou à F3 Europeia.

Fangio foi cinco vezes campeão da F1. Em 1951, 1954, 1955, 1956 e 1957. O argentino ainda teve dois vices, em 1950 e 1953. Ou seja, em todas as temporadas completas, foi campeão ou vice.

Oscar Espinosa diz ser filho de Juan Manuel Fangio (Foto: Minuto Balcarce)

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...