quinta-feira, 11 de junho de 2015

Irmã do rei espanhol perde título de duquesa por corrupção

Cristina, a Duquesa de Palma de Mallorca da Espanha, terá seu título revogado
O rei da Espanha, Felipe 6º, vai retirar o título de duquesa concedido pelo pai, em 1997, a sua irmã Cristina, acusada de crime fiscal em um escândalo de corrupção protagonizado por seu marido --informou a Casa Real nesta quinta-feira (11).

"O Diário Oficial do Estado publicará amanhã (sexta-feira) um Decreto Real, pelo qual Sua Majestade, o Rei, revoga o uso do título de Duquesa de Palma de Mallorca em favor de Sua Alteza Real, a Infanta Dona Cristina", informou o Palácio, em um comunicado.

A infanta, de 49 anos, é acusada de crimes fiscais relacionados aos negócios do marido, o ex-medalhista olímpico de basquete e agora empresário Iñaki Urdangarin.

O início do julgamento de Cristina ainda será marcado.

Urdangarin, 47, é suspeito de ter usado sua posição na família Real para obter contratos de dois governos regionais, mediante a organização sem fins lucrativos Instituto Noos, presidida por ele. O montante envolvido chega a 6,1 milhões de euros (US$ 6,6 milhões).

O juiz José Castro suspeita de que a infanta Cristina tenha cooperado "ativamente" com Urdangarin, utilizando uma parte do dinheiro para fins pessoais, por intermédio da empresa fantasma Aizoon.

O casal é dono da Aizoon e compartilha igualmente seu controle acionário.

Depois de quatro anos de uma investigação que contribuiu para o desgaste da imagem da monarquia espanhola e para a abdicação do então rei Juan Carlos 1º, em junho de 2014, o juiz José Castro ordenou, em 22 de dezembro passado, a acusação formal da irmã de Felipe 6º.

O episódio é algo inédito na monarquia espanhola.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...