domingo, 28 de junho de 2015

Casa adquirida por Pelé em Bauru para os pais é demolida

 Foto: Talita Zaparolli / Especial para Terra
A casa onde a família de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, viveu em Bauru, no interior de São Paulo, começou a ser demolida. O antigo imóvel localizado na Rua Sete de Setembro, região central, foi um presente do Rei do Futebol aos pais quando ele já jogava na equipe do Santos.

A casa foi adquirida por um empresário da capital paulista e, no local, será construído um prédio residencial. De acordo com a advogada da família de Pelé, Ana Carolina Borges, o imóvel que ocupa um terreno de 352 metros quadrados foi avaliado em R$ 200 mil, mas o valor do negócio não foi revelado.

“Eles não tinham mais interesse, porque todos são de Santos e manter um imóvel aqui em Bauru era meio complicado pra eles. Era o último imóvel que eles tinham na cidade e pra ficar administrando de longe já estava bem complicado”, conta a advogada.
De acordo com ela, o registro do imóvel já está pronto, e a escritura será transferida para o novo proprietário na próxima semana. “Quando o Pelé comprou a casa, foi feito apenas um contrato de gaveta, mas para poder vender a casa era necessário o registro que declarasse que eles eram proprietários”, explica.

Ana Carolina conta que a família precisou ingressar com uma ação de usucapião na Justiça solicitando que residência fosse reconhecida oficialmente como propriedade do ex-jogador, de sua mãe e de três irmãos. A sentença definitiva saiu no começo deste ano e permitiu a regularização do imóvel.

A corretora Malu Moreno, que intermediou a venda, explica que a família de Pelé viveu no local por oito anos. “Isso não contribuiu para a valorização do imóvel, ele tem um valor venal definido, as negociações são feitas a partir deste valor”. De acordo com ela, pelo valor venal, a casa estava avaliada em R$ 230 mil, mas ela também não revelou quanto foi pago pelo imóvel.
O jornalista e historiador Luciano Dias Pires lembra que essa foi a segunda casa onde a família de Pelé morou na cidade. Na primeira, localizada na Rua Rubens Arruda e que já não existe mais, o ex-jogador viveu por algum tempo com os pais.

“Nesse imóvel especificamente [demolido] ele não morou, no máximo passava alguns finais de semana com a família quando conseguia alguma folga no clube em que jogava”, afirma. De acordo com o historiador, já mundialmente reconhecido, Pelé tirou a família da residência e a transferiu para um sobrado mais amplo e bonito localizado na Rua Quinze de Novembro, também região central, depois todos se mudaram para Santos.

Valor histórico

O secretário de Cultura de Bauru, Elson Reis, afirma que a relevância histórica do imóvel é muito pequena ou nenhuma.  “Com a demolição, não temos nenhuma perda para memória da cidade, o Pelé nunca viveu ali, isso é fato”, disse. Reis explica que nunca houve por parte do município algum projeto de transformar o local numa espécie de memorial do futebol.

“Isso requer recurso, e o município não dispõe dos valores necessários para adquirir o imóvel e realizar todas as adaptações necessárias para transformá-lo numa espécie de museu”, afirma. Elson explica que o imóvel estava em processo de tombamento histórico pelo Codepac (Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Bauru) e lembra que, por lei, o novo proprietário deveria ter consultado o conselho antes de derrubar o imóvel.

“Mesmo ainda em processo de tombamento, o imóvel precisa ter suas características mantidas, como se o processo já tivesse se concluído. Antes de derrubar o Codepac deveria ter sido consultado e não foi. Vamos acionar o departamento jurídico do município para saber quais medidas legais poderão ser tomadas”, concluiu.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...