sexta-feira, 22 de maio de 2015

Morre, aos 58 anos, o saxofonista Bob Belden em Nova York

 Foto: Getty Images
O saxofonista e compositor americano Bob Belden morreu na última quarta-feira (20), em Nova York , aos 58 anos. Ele foi vítima de um ataque cardíaco, segundo informa a gravadora Blue Note Records.
No último mês de fevereiro, Belden se tornou o primeiro músico americano a tocar no Irã desde a revolução islâmica de 1979, com a aprovação do governo e em um momento de menor tensão entre Washington e Teerã.

Belden, que recebeu três prêmios Grammy na carreira, era considerado um especialista na obra de Miles Davis. Ele coordenou as reedições dos álbuns do mestre e era um defensor da experimentação constante no jazz.

Em 2008, reuniu importantes músicos de jazz e da Índia para gravar Miles from India , com participações de artistas como o pianista Chick Corea e o indiano Kala Ramnath. Belden também fez algo parecido com artistas da música flamenca para o álbum Miles Espanol (New Sketches of Spain) . Com um alcance mais popular, produziu álbuns de jazz com músicas de grandes astros pop, incluindo Sting e Prince.

Em um álbum que virou um objeto cobiçado pelos colecionadores, Belden produziu uma versão jazz de Turandot de Puccini. A venda foi bloqueada supostamente pelas objeções dos herdeiros do compositor, mas uma quantidade limitada da edição japonesa chegou às lojas.

O trabalho original mais conhecido de Belden é Black Dahlia , de 2001. Ele trata do assassinato em 1947 de Elizabeth Short, de 22 anos, em Los Angeles, que inspirou vários livros, incluindo Dália Negra , de James Ellroy, adaptado para o cinema.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...