segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Andressa Urach: "Tomo calmante para controlar meu impulso pela fama"

Andressa Urach: \
Andressa Urach pediu desculpas a Cristiano Ronaldo pelas declarações polêmicas que deu há cerca de dois anos. Na época, a brasileira garantiu ter passado uma noite romântica com jogador português, mas ele, por sua vez, sempre negou ter vivido um affair com a modelo.

Este pedido de perdão acontece depois da miss bumbum ter estado quase às portas da morte, com uma infecção grave provocada pela aplicação de hidrogel nas pernas.

“Depois de quase morrer, prometi que pediria perdão a todos que, de alguma forma, magoei. Errei ao expor o caso com Cristiano à imprensa. Peço perdão à Irina Shayk, porque tinha uma relação com ele. Não respeitei isso porque Cristiano é o meu ídolo, um homem de sonhos, intocável. Se pudesse voltar atrás no tempo, preferia que aquilo não tivesse acontecido”, afirmou em declarações à revista Isto É.

Antes de ser internada devido às complicações da intervenção estética com hidrogel, Andressa Urach planeava fazer mais duas cirurgias: uma para remover uma costela para tornar a cintura mais fina e outra para tirar um dos dedos do pé.

"Uma amiga minha disse que, no Rio de Janeiro, havia uma técnica que preenchia e deixava a gente com coxas grandes. Fiz infiltrações de 500 ml em cada perna, em 2010. Ficou sensacional! Virei musa do Internacional (clube de futebol de Porto Alegre), depois fui assistente de palco do “Legendários” (da Record), estava ficando famosa e meu ego foi inflando. Passei a ser dançarina do Latino e, por isso, fui capa de revista. Na sequência, fui vice-Miss Bumbum (em 2012). Viajei para vários países, fiz topless em praias do exterior, posei de biquíni na Torre Eiffel, mostrei o bumbum na Times Square. Quanto mais meu corpo perfeito era evidenciado, mais um monstro tomava a minha cabeça. O sonho de ficar bonita para a TV deu lugar a um vício, uma doença. Já pensava em retirar uma costela para ficar com a cintura mais fina e cortar os dedos dos pés para calçar um número menor. Mas de um ano para cá, minhas pernas passaram a doer muito. Só de elas serem tocadas, eu gritava de dor. Mesmo assim, não satisfeita, fiz aplicação de 100 ml de PMMA nas coxas.".

Após um casamento de 6 anos, que lhe deu um filho, Arthur, Andressa conta que ficou obcecada em virar uma bela modelo, recorrendo à cirurgias como "quem vai ao mercado".

"Tomei anabolizantes e não consegui as pernas grossas que queria porque era muito sequinha. Pelo contrário, aumentaram os pelos no corpo e a voz engrossou. Aí dei início às intervenções cirúrgicas porque sabia que, assim, conseguiria chegar à beleza que o mercado exigia, o tipo gostosona. Mudei o nariz, fiz lipo na barriga, coloquei primeiramente 315 ml em cada seio e, numa outra vez, aumentei para 525, retoquei a barriga, passei por uma cirurgia íntima para retirar os lábios vaginais, injetei PMMA (metacrilato, um preenchedor definitivo) no maxilar e nas bochechas e retirei gordura do joelho e coloquei nos lábios. Eu fazia cirurgia como se fosse ao supermercado. Queria ser modelo, magra, alta e linda igual a Gisele Bündchen, mas não tinha altura". 

Andressa confessa que hoje em dia toma calmantes para controlar essa sua fúria por um corpo perfeito.

"Ser famosa quase me matou. Consegui fama em seis anos, mas sucesso pode levar 20, 30 anos, e não vem apenas de um corpo bonito. Depende também de oportunidade, estudos. Um corpo bonito não traz sucesso. Eu tentei pela forma mais rápida, que era a de ser vista, desejada e chamar a atenção. A fama quase me matou mesmo. Fiquei obcecada por ela, virou uma doença. Hoje, essa doença tenta ainda ocupar a minha mente. É como se eu estivesse me recuperando de uma droga, por isso estou sendo acompanhada por psicólogo. Tive de me afastar das redes sociais. Ver todo mundo se preparar para o Carnaval e eu não estar à frente de uma bateria, como no ano passado, é muito difícil. Tomo calmantes para segurar esse meu impulso pela fama, pela vaidade".

Em novembro do ano passado, Andressa ficou internada por 25 dias em Porto Alegre por causa de uma infecção que se espalhou por todo o corpo e quase matou a repórter. No começo de 2015, foram divulgadas fotos dela que mostram o resultado das várias cirurgias, com buracos na perna onde foram feitos os tratamentos e drenos para retirar o hidrogel, produto inserido para deixar as coxas mais musculosas que deu origem à todo o sério problema de saúde de Urach.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...