sábado, 17 de maio de 2014

Fernanda Lima diz que vestido usado em prêmio da Fifa precisou ser rasgado

Fernanda Lima faz teste de vestido para a festa de entrega do prêmio Bola de Ouro da Fifa
Em entrevista ao programa "GNT Fashion", do canal a cabo GNT, Fernanda Lima revelou que teve alguns problemas com o vestido usado na festa de entrega do prêmio Bola de Ouro, da Fifa.

A apresentadora contou que o modelo verde assinado pelo estilista Samuel Cirnansk ficou apertado. "Quando cheguei na Suíça, provei o vestido e ele ficou apertado. Aí, era eu caminhando por Zurique o dia inteiro e comendo saladinha pra ver se a roupa entrava. Entrou", disse Fernanda.

Ela explicou ainda que as mangas precisaram ser rasgadas. "Mas eu confesso uma coisa que eu nunca falei pra ninguém: as mangas ainda estavam apertadas e eu... rasguei! Meu cotovelo ficou um pouco de fora", completou Fernanda.

Já sobre o polêmico modelo dourado que usou para apresentar sorteio dos grupos no mundial – censurado no Irã por exibir um decote vertiginoso - Fernanda explicou que comprou a peça de última hora em um brechó.

Quanto ao técnico da seleção, Felipão, ela rasgou seda: "Eu vou levantar a taça para o Felipão. Eu estou no momento puxando o saco do Felipão, que é meu conterrâneo e que eu acho sensacional, um líder, um cara sério quando precisa ser sério. Acho que ele tem uma ética que todo mundo precisava ter".

Designer vai recriar carros de Fórmula 1 de Ayrton Senna

Adhemar Cabral - designer vai recriar carros de Senna (Foto: Divulgação)
Os assentos da McLaren e da Lotus (Foto: Divulgação)
Em homenagem aos 20 anos sem Ayrton Senna, o designer Adhemar Cabral vai recriar os carros mais simbólicos que consagraram o brasileiro como o maior piloto de todos os tempos. O artista, que construiu uma réplica de uma das McLaren que foi destaque da Escola de Samba Unidos da Tijuca, vencedora do Carnaval de 2014, agora projeta um carro da Lotus, o qual Ayrton venceu seu primeiro Grande Prêmio na Fórmula 1, em 1985, em Portugal, e da McLaren MP 4/8 pilotada por Senna quando venceu o GP Brasil pela segunda vez, em 1993. “Esta McLaren será quase um filho, pois quero deixá-la exatamente igual a do Ayrton para poder observar a reação das pessoas ao verem o carro. Quero ver e sentir a emoção das pessoas, pois o país inteiro admira o Senna, mesmo quem não gosta de Fórmula 1”, diz  o designer.
A intenção de Adhemar é viajar pelo país com os carros que vai fabricar e oferecer às pessoas comuns a oportunidade de pilotar um veículo de Fórmula 1. “Quem é fã de velocidade, automobilismo e, claro, do Senna, vai sentir na pele e no coração o que é pilotar um carro de Fórmula 1. No próprio carro do Ayrton então, tenho certeza que muitos não vão segurar as lágrimas”, conta Adhemar que pretende expandir o serviço no futuro com a criação de mais réplicas de outros carros icônicos no mundo do automobilismo. Seu  próximo projeto é o Porsche 917, considerada o melhor carro de corrida de todos os tempos.  “Será uma experiência única poder propiciar aos amantes do automobilismo a emoção de pilotar carros que nem existem mais”, explica.

Depois do quarto filho, Márcio Garcia vai fazer vasectomia: "Fechei a fábrica"

Márcio Garcia - vasectomia marcada (Foto: Juliana Coutinho)
Casado há 14 anos com a nutricionista Andréa Santa Rosa, Márcio Garcia acaba de se tornar pai do quarto filho, João, de um mês e meio. "Ele é o máximo, mas adora me sacanear: toda vez que eu vou trocar a fralda dele, na madrugada, faz pipi em cima de mim", diz o ator. Márcio conta que, depois de João, fechou a fábrica. "Já estou até com a vasectomia marcada". Ele acaba de fazer participação na série Por Isso Eu Sou Vingativa, do Multishow, encarnando Heitor, um típico mulherengo. ""Heitor é um cara escatológico, um sacana que faz bullyng com a namorada. Mas ela insiste porque ele é boa pinta e bom no babado, tem traquejo sexual. Não me pareço com ele. É claro que já tive 30 anos e testava os limites das namoradas. Mas hoje, com 44, e tudo é muito diferente. Amadureci".
Márcio começa a rodar no meio do ano o longa Predileção, baseado no curta homônimo que produziu em 2009 e ganhou 11 prêmios nacionais e internacionais, através de sua produtora, a MGP, que funciona num imóvel ao lado da sua casa, no bairro carioca do Joá. O filme também vai ganhar uma versão internacional dirigida por ele, com o título provisório Predilection, todo falado em inglês e com pesos-pesados de Hollywood no como Colin Farrell, Robert de Niro e Kevin Costner no elenco - os nomes podem mudar, mas o calibre será o mesmo. "Está andando a passos de tartaruga, porque precisa de mais investimento. Mas já estamos na fase de roteirização", diz Márcio, que tem mais dois filmes para dirigir na agenda:  Diário de uma Ex-Gordinha, que deve ter Tatá Werneck como protagonista, e outro com o comediante Paulo Gustavo. "Dependo da agenda do elenco porque há uma saturação de filmes do gênero no Brasil. O Diário é bem vendável e tem muita gente querendo fazer e muito investidor me ligando para entrar no projeto. Nunca fiz um longa no Brasil, mas é minha terra e vai ser muito bom acordar em casa", diz ele.

Com joias de até R$ 150 mil, Fernanda Paes Leme e Letícia Spiller desfilam em evento de moda

Fernanda e Letícia: charme na passarela (Foto: Divulgação)
As atrizes Fernanda Paes Leme e Letícia Spiller foram as estrelas do 'Fashion Tea’ 2014 — evento beneficente que acontece anualmente no hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, em prol das crianças do Orfanato Romão Duarte. O desfile, que aconteceu na tarde desta segunda-feira (5), contou com as atrizes desfilando pela joalheria Pandora. "Fico sempre nervosa antes de desfilar", disse Fernanda, que usava um conjunto preto, com joias feitas com ouro branco avaliadas em R$ 150 mil. "Toda vez que entro na passarela me sinto a Gisele Bündchen: acredito no 'carão', olho para frente e não vejo mais nada. Desfilo desde a época de Paquita", disse Letícia, que, aos 40 anos, provou estar em ótima forma usando um look repleto de franjas, que deixava as pernas à mostra. Aliás, sobre a chegada da nova idade — ela faz 41 anos no mês que vem —, Spiller comentou. "Quero fazer uma festa bacana".  Em tempo: Fundada em 1982 em Copenhague, na Dinamarca, a Pandora é a segunda maior joalheria do mundo e atualmente possui mais de 10.300 pontos de venda, em 80 países.
 Fernanda Paes Leme usou peças em ouro branco avaliadas em R$ 150 mil  (Foto: Divulgação)
Letícia improvisou passos de dança na passarela (Foto: Divulgação)

Danielle Winits faz bazar beneficente de seu brechó

Danielle Winits (Foto: Leonardo Aversa)
Entre os dias 8 e 10, Danielle Winits, ao lado das sócias e amigas Fabiana Misse, Renata Ciraudo e Tatiana Caiafa - do brechó La Luna Mia - farão um bazar beneficente no shopping Leblon, no Rio de Janeiro, com renda revertida para a pediatria do Inca (Instituto Nacional do Câncer). A parceria com a Fundação do Câncer, ligado ao Inca, acontece desde a criação do brechó, que funcionava apenas virtualmente, mas abriu espaço físico na Barra da Tijuca em 2013. "O brechó é uma oportunidade de as pessoas estarem na moda sem gastar muito dinheiro. As peças são ecléticas e tem para todos os gostos. Nossas peças custam a metade ou até 70% do valor original e vale muito a pena", diz Winits

Jair Rodrigues preparava biografia com ajuda dos filhos

Jair Rodrigues - cantor preparava biografia (Foto: Divulgação)
O mundo artístico está em luto com a morte de Jair Rodrigues, nesta quinta-feira (8), em Cotia, São Paulo, aos 75 anos. A causa da morte ainda não foi divulgada. As redes sociais lamentam a perda de um dos músicos mais carismáticos da MPB. A filha Luciana Mello se manisfestou através do Facebook: "Quero agradecer, de coração, o imenso carinho que estamos recebendo. Em breve falaremos com todos. Só pedimos que respeitem nossa privacidade nesse momento tão difícil e sofrido. Muito obrigada". Jair era avô de Isabela, 6 anos, Laura, 2, filhas de Jair Oliveira com a atriz Tania Khalill, além de Nina, de 4 anos, e Tony, de 4 meses, filhos de Luciana Mello e Ike Levy. Ele era casado com Claudine Melo Rodrigues, a Clô, há 40 anos.
A coluna bateu um papo com o cantor em setembro do ano passado e presta uma homenagem reproduzindo a matéria, em que ele conta sobre a biografia que estava produzindo ao lado dos filhos.
"Jair Rodrigues lançará uma biografia, por insistência do filho, o músico Jairzinho. O livro está em processo de apuração. "Jairzinho está gravando todas as histórias para filtrar as melhores e estamos atrás das pessoas que serão citadas e das famílias daqueles que já não estão mais por aqui", disse Jair. "Vai entrar de tudo, desde quando o Jair era pivetinho. Quando você começa a fazer uma biografia não pode esquecer de ninguém e também dos já falecidos e o processo de pedir autorização é o mais demorado. Agora estamos na fase dos festivais da canção. Pelo amor de Deus, são 54 anos de carreira", afirma o 'cachorrão', apelido na época em que ficou conhecido ao apresentar, ao lado de Elis Regina, o programa O Fino da Bossa, na TV Record, em 1965. Com uma energia única, o cantor diz que também gravará um CD duplo ao lado do filho, Jair Rodrigues Samba Mesmo, com lançamento previsto ainda para este ano. "Será um CD duplo, com oito faixas inéditas e 22 sambas regionais imortalizados nas vozes de amigos como Ângela Maria, Cauby Peixoto, Chico Buarque, Ary Barroso, Cartola, Nelson Cavaquinho, entre tantos. Inclusive  o clássico Como É Grande o Meu Amor por Você, de Roberto Carlos", diz ele, que teve um encontro com o Rei para pedir permissão. "Encontrei com o Roberto, e ele disse na lata: 'ô Cachorrão, você não pede, você manda. Inclusive ele já me deu autorização para citá-lo na biografia. Ele pode estar longe fisicamente, mas sempre perto do coração", diz Jair.
Adendo:
O projeto saiu em março deste ano e, para comemorar o lançamento, o cantor gravou um making of mostrando o clima descontraído das gravações e como é feita a produção das músicas. Jairzinho também participou da produção e aparece em várias cenas acompanhando o pai. “Eu costumava dizer esse é um sambão, esse é samba mesmo. Aí o Jair (Oliveira, filho) pensando nessas palavras falou para gente fazer um projeto com uns sambas maneiros”, explica o artista no início do making of. Jair estava em turnê pelo país para divulgar o projeto.
Continuação:
Você é saudosista? "Sinto falta da grande amizade e do grande respeito pelo artista. Éramos todos felizes e sabíamos. Era uma amizade muito grande e tudo isso acabou. Fico vendo a nova geração praticamente desunida, cada um por si... Poxa, tem que se unir de novo porque o músico precisa um do outro. Hoje o artista precisa cantar música sem conteúdo e descartáveis para poder sobreviver. Gosto não", diz ele, que destaque dois nomes da atualidade: Maria Rita e Pedro Mariano, não por coincidência, filhos de Elis. "Sempre disse para ela sair fora da imitação da mãe", diz ele. E o segredo da vitalidade? "Tiro isso de letra, nêga. Sempre me cuidei e a saúde está sempre em primeiro lugar. Gosto de beber uma cachacinha, um vinhozinho, mas sempre dentro dos limites. E faço sauna quase todos os dias".
As peripécias de Jair na Europa
"Em 1966, 67 fui com Elis Regina e o Zimbo Trio fazer uma apresentação na Europa e começamos por Portugal, no casino Estoril, daí a gente ensaiou e fiz aquelas brincadeiras, plentei bananeira, fiz minha sacanagem e, quando voltamos, Elis falou: 'Ó, não vai ficar de sacanagem aqui porque português não gosta de preto'. Fique puto da vida porque ela falou sério e entrou no camarim. Os integrantes do trio me viram triste e perguntaram o motivo. Perguntei se era verdade que português não gostava de preto. Quando entramos no camarim ela soltou uma gargalhada sonora: 'Poxa negão, você é tão esperto e não notou? Português não gosta de preto, gosta de preta'".
"Quando Elis subiu no palco, uma mulher entrou para fazer uma matéria para um jornal local e perguntou onde estavam os bailarinos e as mulatas. Ouviu que era um show de bossa nova, um grande espetáculo com Elis e Jair. Na segunda música a jornalista dormiu e começou a roncar. Elis ficou p*** da vida. Quando ela saiu, os músicos tocaram um arranjo de Dois na Bossa e vi uma f*** da p*** de vestido vermelho roncando na plateia. Na música O Morro não tem Vez fui em direção à mulher e dei um tapa na mesa. Ela acordou num sobressalto. A Elis rachou o bico de tanto rir".
Cantor de velório
"Há uns 18 anos fui chamado para fazer um show em Santos, mas, de repente eu entrei num cemitério (Cemitério Memorial, que tem um espaço grande para shows). A família que construiu o espaço é fã do Jair. E o que aconteceu? Fui chamado novamente para cantar lá (em maio do ano passado, em comemoração ao Dia das Mães). Posso dizer que sou um cantor até de cemitério"
Elixir da juventude
"Nossa senhora. Semana passada (setembro de 2013) fui a Ouro Preto fazer um show e, quando cheguei ao aeroporto de Belo Horizonte, uma senhora veio tirar foto comigo e pedir autógrafo. Daí apareceram outros celulares e a coisa foi demorada. Comecei a fazer minhas bricandeiras e caretas. Uma delas virou e disse: 'Nossa, você é igualzinho a seu pai'. Acredita que me confundiram com o Jairzinho? Fique feliz da vida. Quando alguém perguntar por que você nunca envelhece, diz que já nasceu velho".

Personal trainer gastou 100 mil euros para ficar "mais bonito que Brad Pitt"

Matt Dunford - o homem que se acha mais bonito que Brad Pitt (Foto: Ben Stevens/Barcrott Media/Reprodução Daily Mail)
Matt Drunford fazendo sua sessão de bronzeamento (Foto: Ben Stevens/Barcrott Media/Reprodução Daily Mail)
Matt Dunford - 'espelho, espelho meu, existe alguém mais bonito do que eu?' (Foto: Ben Stevens/Barcrott Media/Reprodução Daily Mail)
Matt Dunford fazendo as unhas (Foto: Ben Stevens/Barcrott Media/Reprodução Daily Mail)
Matt Dunford - não basta ser bonito, tem que manter a beleza (Foto: Ben Stevens/Barcrott Media/Reprodução Daily Mail)
Matt Dunford - além de stripper, personal e modelo, pode entrar no ramo da autoajuda  (Foto: Ben Stevens/Barcrott Media/Reprodução Daily Mail)
Matt Dunford e sua autoestima única (Foto: Ben Stevens/Barcrott Media/Reprodução Daily Mail)
"Sou o homem mais vaidoso da Grã-Bretanha e tenho orgulho disso. Sou mais bonito que Brad Pitt". O dono da frase é o personal trainer Matt Dunford, que gasta 10 mil euros por ano em cuidados com a aparência. Dunford começou sua maratona narcisística aos 19 anos e, até então, já desembolsou mais de 100 mil euros. E parece que seu trabalho árduo valeu a pena. Ele contou ao tabloide Daily Mail que nunca foi rejeitado por uma mulher e que tem que afastar as hordas de potenciais cantadas cada vez que ele sai. "Algumas pessoas pensam que eu sou arrogante e homens já quiseram brigar comigo, mas estão apenas com inveja. Não há nada de errado em parecer bonito. Fui agraciado com bons genes e nunca sofri problemas de autoestima", diz ele.
Entre os tratamentos de beleza, o londrino de 29 anos, que também é modelo de fitness e stripper, estão modelagem de sobrancelha, tingimento dos cílios, bem como manicures, pedicures, depilação e tratamentos faciais. Mas, apesar do esforço despendido, Dunford, que já dormiu com mais de 50 mulheres e teve mais de 100 encontros, diz que sua melhor característica é o rosto. Mas também está contente com seus peitorais modelos por musculação três vezes ao dia, seis dias por semana. "Eu sei que sou bonito e muito popular por causa do meu jeito de olhar. Nunca levei fora de uma garota – elas apenas se atiram em mim. É minha aparência que chama atenção, mas costumo ser um cavalheiro quando se trata de relacionamentos", diz ele, nada modesto.
Mas nem todas as mulheres dão sorte com o bonitão confiante. Ele prefere as louras de rosto bonito, unhas bem feitas e maquiagem impecável. Contudo, a aparência não é o suficiente para ele. "Não me considero superinteligente, mas simplesmente não aguento mulheres burras. Se não há nada entre as orelhas, sei que não é para mim. Mas não ligo para meninas ou relacionamentos. Estou mais focado na minha carreira e fico entediado rapidamente com elas. Sou muito ambicioso e um monte de meninas da minha idade só quer sossegar e ter filhos", resume.
Apesar de ter prazer com sua boa aparência, Dunford, adepto do 'eu me amo', diz que sim, existem algumas desvantagens em ser tão bonito. "Às vezes só quero ter uma noite tranquila e sou perseguido por mulheres agarrando minha bunda. Realmente não posso reclamar, mas isso é cansativo. Minhas ex-namoradas morrem de ciúmes com o assédio. Houve até mesmo brigas no Facebook entre as meninas que querem ficar comigo - é uma loucura", conta ele.
Apesar de gastar uma pequena fortuna com a aparência, Matt insiste que o dinheiro é bem gasto por ser um investimento para o futuro. "Toda a minha carreira é baseada na aparência, seja me despindo, modelando ou como personal trainer. Tenho que parecer agradável aos  meus clientes. Sou uma propaganda ambulante. Eu seria louco de não tirar vantagem em ser tão atraente", reflete.
"Sei que 10 mil libras parece um monte de dinheiro, mas isso me faz feliz. Você não criticaria se fosse um músico comprando seu instrumento", avalia Matt, afirmando que desconsidera fazer cirurgias plásticas, porque ele já é perfeito. "Isso é para obter resultados e estou mais do que feliz com o meu rosto e corpo e não acredito que a cirurgia iria me fazer parecer melhor. Se eu não estivesse 100% feliz, talvez pudesse considerar. Meus amigos me chamam de Thor (o Deus nórdico) e também já fui comparado a Brad Pitt e Chris Hemsworth. Mas acho que definitivamente acho que eu estou lá com eles quando se trata de aparência".
Embora já seja perfeito - como ele afirma o tempo todo - Dunford leva uma hora para se preparar para sair. "Estou constantemente à procura da perfeição. Limpo e hidrato minha pele obsessivamente para manter a juventude e uso uma faixa na cintura antes de uma competição de fitness para melhorar a postura. Também sempre tenho que estar bronzeado e meus dentes brancos reluzentes. Se alguém tem um sorriso brilhante você é imediatamente atraído por ele", diz ele, dando a dica.

"Ultimamente falamos em morar juntos", diz Débora Falabella sobre o namorado, Murilo Benício

Débora Falabella.jpg (Foto: Jonas Golfeto)
Depois da inesquecível Nina, de Avenida Brasil, Débora Falabella retorna ao batente em dose dupla. Na TV ela volta ao ar na série Dupla identidade, de Gloria Perez. "Minha personagem vai se chamar Ray e sofrerá de transtorno de borderline, ou seja, gosta de viver no limite das emoções. O oposto de mim", afirma a atriz. De voz mansa, fala pausada, Débora é mesmo tranquila. "É difícil me tirar do sério. Vivo na minha, meu temperamento é discreto e esse mundo da vida de celebridade não me pega mesmo", diz. Nos palcos ela estreia a peça Contrações, dia 14, no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro. O projeto é da Companhia 3 de teatro, que ela tem há 9 anos com os amigos e sócios Yara de Novaes e Gabriel Fontes. "O texto é do dramaturgo inglês Mike Bartlett e fala das relações de poder no mundo corporativo. A ação começa quando a gerente (Yara) convoca minha personagem, Emma, para ler em voz alta uma cláusula do contrato que proíbe aos funcionários qualquer relação sentimental ou sexual com outro empregado da empresa". Qualquer semelhança com a trajetória de Débora, que há um ano e meio o ator Murilo Benício, com quem contracenou em Avenida Brasil, não é mera coincidência. "Nos entendemos bem e ultimamente falamos, inclusive, em morar juntos. Existe sim essa vontade".  A coluna bateu um papo com a atriz sobre seus novos projetos e a vida ao lado do namorado, que, pelo andar da carruagem, em breve pode virar marido.
Como será sua volta à TV?
Vai ser ótimo voltar a trabalhar com a Gloria Perez e com o Bruno Gagliasso, parceiro antigo. Bruno viverá meu namorado e o personagem dele via ser um serial killer.  Ainda estou me inteirando sobre a minha personagem, a Ray. Mas já tenho pesquisado sobre a doença que ela vai sofrer, o transtorno de borderline. Depois de uma personagem muito difícil de fazer, como foi a Nina de Avenida Brasil, me agrada muito fazer uma minissérie.
Falando na Nina de Avenida Brasil, o que ficou do papel?
Achei impressionante a mobilização nacional em torno da novela. Desde Roque Santeiro não lembrava de ver algo parecido. Foi muito difícil fazer a Nina, uma personagem que estava cada hora de um jeito: não foi nada fácil conduzi-la. Estive em alguns países, como Portugal e México, para lançar a novela, e antes mesmo da estreia a repercussão já era enorme. Na Argentina também virou uma febre. Tenho ótimas lembranças e muito orgulho da novela.
Acha que a novela tradicional, com uma hora diária, oito, dez meses, está com os dias contados?
O mundo está mudando muito rápido. Quando minha filha nasceu, há cinco anos, não existia essa mobilização em torno da internet. A maneira de se acessar conteúdo está mudando e as emissoras estão investindo muito nas séries, que são mais curtas e ágeis.
Você é ligada em redes sociais e nas novas tecnologias?
Não. Tenho Instagram e Facebook, mas só mesmo para família e amigos mesmo.  Sei que até deveria, mas não uso a internet a meu favor, para me divulgar. O trabalho do ator já é muito exposto e eu tenho mesmo esse temperamento mais discreto. Não consigo ser de outro jeito.
Como é sua personagem na peça Contrações?
Há quase dez anos tenho a Companhia 3 de teatro, com a Yara de Novaes e o Gabriel Fontes. Esse é o nosso quarto espetáculo e estávamos atrás de um texto para montar e chegamos e esse do autor inglês Mike Bartlett. A peça fala das relações humanas, do exercício do poder no mundo corporativo. Queria falar sobre isso agora, achei muito atual. Na televisão e no cinema fico muito a mercê dos personagens que chegam para mim e o teatro, através do trabalho da companhia, me permite essa independência. Minha personagem, Emma, se submete ao que pode para manter seu emprego, ganhar dinheiro e sustentar sua família. É um texto cruelmente engraçado, que parte de uma situação totalmente plausível na realidade para demonstrar sua faceta mais absurda.
Como está o namoro com o Murilo Benício?
Está ótimo. Nos entendemos bem e ultimamente falamos, inclusive, em morar juntos. Existe sim essa vontade. Estou acompanhando a novela que ele acabou de estrear, Geração Brasil, e volta e meia falamos de trabalho em casa. Dois atores, né: não teria como ser diferente.

Mariana Aydar dirigirá documentário sobre Dominguinhos

Dominguinhos (Foto: divulgação)
Da descoberta por Luiz Gonzaga, aos 8 anos de idade em Garanhuns (PE), passando por seus shows  e duetos com nomes graúdos da MPB -, a rica vida de Dominguinhos chega ao cinema no dia 22. A direção do documentário ‘Dominguinhos’ ficou aos cuidados da cantora Mariana Aydar - em sua primeira (e segundo ela, única) incursão no ramo. "A primeira vez que o filme foi exibido foi em Toulouse, na França. Depois fomos para Argentina. É Impressionante como a música dele toca as pessoas", diz Aydar. O longa também vai ser mostrado em Cracóvia, na Polônia, dia 25. "Quando começamos a filmar não sabíamos que ele estava doente porque ele era muito reservado. Ele ia direto da quimioterapia para a gravação e nos surpreendia pela sua força".
Entre as curiosidades do Rei da Sanfona, Mariana conta que ele não entrava em avião de jeito nenhum. "Queríamos levá-lo para tocar com a Björk e com o saxofonista francês Richard Galliano, mas não deu. Dominguinhos era um cara simples, sem nenhuma ambição. Ele sempre colocou a música à frente do artista e essa limitação, de certa forma, comprometeu o conhecimento mais vasto da sua obra".

Elba Ramalho grava álbum produzido por seu filho

Elba Ramalho - cantora vai gravar obra de Dominguinhos (Foto: Divulgação)
Elba Ramalho começou as gravações de um álbum de inéditas produzido por seu filho, Luã Mattar, fruto do relacionamento com Maurício Mattar, e de Yuri Queiroga, que trabalhou com a artista no álbum Qual o Assunto que Mais Lhe Interessa, de 2007. A cantora nordestina entrou em estúdio - que funciona em sua casa, no bairro carioca do Joá -, na última semana. No repertório, Um Passarinho Enganador, fado inédito do compositor pernambucano Dominguinhos, em dueto com a cantora portuguesa Carminho. Além das gravações, Elba prepara uma turnê com o grupo pernambucano SaGrama a partir de agosto, com início em Salvador, em que cantará sucessos de Caetano Veloso, Luiz Gonzaga e Marcelo Jeneci. As apresentações ao vivo vão virar CD e DVD.

Leonardo comemora 30 anos de carreira e diz: "A mulherada deu uma corrida"

Leonardo (Foto: Tiago Bernardes/Editora Globo)
Com mais de 30 milhões de álbuns vendidos, Leonardo comemora 30 anos de carreira com lançamento de um novo CD e DVD. "Nossa rapaz, isso me custou caro", diz o cantor sobre a megaprodução de quase R$ 2 milhões e mais de 300 profissionais envolvidos. Um dos seis filhos, José Felipe, de 16 anos, participa do projeto.
O DVD é um balanço dos 30 anos?
Tem muita história. As músicas foram escolhidas a dedo por mim e por uma equipe de conhecedores da minha carreira. Tem 10 pout-pourris das músicas que foram mais tocadas no Brasil durante esses 30 anos, além de outras 12 músicas. Gastei demais nessa p****. A gravadora Sony pagou metade e eu a outra.
Como é ver mais um filho seguindo sua carreira?
Estamos preparando um repertório para ele gravar. José acabou de fazer 16 anos e está numa agonia desgraçada para entrar no estúdio. Já o João (Guilherme de Ávila), meu caçula, é o protagonista do longa-metragem Meu Pé de Laranja Lima. Lá em casa todo mundo está pendendo para esse lado da arte, porque trabalhar mesmo ninguém quer.
E o Pedro Leonardo vai voltar a cantar após o acidente?
Graças a Deus, ele se recuperou muito bem. Ele é a estrela que mais brilha; está conversando muito bem e tem proposta de apresentar um programa de música sertaneja. Para cantar de novo, tem que trabalhar o diafragma, recuperar ainda algumas coisas.
Como está o projeto do filme sobre a sua vida e do seu irmão?
Estou esperando algumas partes burocráticas com a família do Leandro para começar a rodar. Tenho que perguntar ao Bruninho (Gagliasso) se ele ainda está interessado em fazer mesmo, porque deve estar com raiva desse trem, já que o projeto nunca sai. Acho que o Fábio Assunção faria muito bem o papel do Leandro pela fisionomia,  os olhos claros, o rosto fino.  E tem também esse ator da novela das nove, o Gabriel Braga Nunes, que lembra muito meu irmão.
Como vê o fenômeno do sertanejo universitário?
Música sertaneja é igual a jogador de futebol, de 10 em 10 anos aparece um craque. Quando comecei a cantar, tinha o João Mineiro e Marciano, Chitãozinho e Xororó e Milionário e José Rico. De repente, viemos eu e Leandro cantando Tapas e Beijos e Pensa em Mim, que era uma levada totalmente diferente. Fomos criticados na época. Houve uma renovada, mas isso não quer dizer que perdemos nossos fãs porque todo show que a gente faz lota. Só que eles estão mais velhinhos; não dá para levantar o braço senão Jesus chama.
Você completou 50 anos. Sentiu alguma mudança?
Não tenho mais o fôlego de antes. Corria 10, 15 km na esteira, agora é só caminhada. E a mulherada deu uma corrida também, então vou ter que fazer muito show para ficar bonito. Até os 49, era mais fácil.

Contrato de Ronaldo com a TV Globo é estendido até 2018

Ronaldo Fenômeno (Foto: Fábio Motta/ESTADÃO CONTEÚDO/AE)
O contrato de Ronaldo Fenômeno com a TV Globo foi estendido até 2018, quando acontece a Copa da Rússia. Além de comentarista especial dos jogos da Seleção Brasileira, o ex-jogador poderá ter um quadro ou um programa para chamar de seu. Ele desembarca no Brasil no dia 20, depois de uma temporada de 20 dias nos Emirados Árabes.

Chico Buarque participa de clipe contra o racismo no futebol

Chico Buarque e Mombaça - cantores gravaram trecho de clipe contra racismo no futebol (Foto: Carlos Júnior)
Chico Buarque é um artista reservado, mas saiu de casa por uma boa causa esta semana. O cantor e compositor foi convidado pelo carioca Mombaça para participar do clipe do samba Vem Vencer, que denuncia e combate o racismo no futebol, assunto tão relevante nos últimos temos, desde que o jogador Daniel Alves comeu uma banana jogada por um torcedor durante um jogo entre o Barcelona e o Villareal.
Sob direção dos cineastas André Pamplona e Joel Zito Araújo, a ideia é inspirada na música We are The World, de Lionel Ritchie e Michael Jackson, que reuniu grandes nomes da música nos Estados Unidos para o projeto USA for África. Chico cantou à capela um trecho da canção no campo do seu time de futebol, o Plitheama, no Rio. Além dele, também participam Gilberto Gil e Marelo Yuka

Camila Pitanga, Mateus Solano e muito mais no Prêmio da Música Brasileira

Prêmio da Música Brasileira - Camila Pitanga e Mateus Solano foram os mestres de cerimônia  (Foto:  Alex Palarea, Leoa Marinho e Felipe Assumpção/AgNews)
O 25º Prêmio da Música Brasileira, que aconteceu nessa quarta-feira (14), no Theatro Municipal, começou com uma homenagem a Jair Rodrigues, além de Reginaldo Rossi e Dominguinhos. No telão, cenas de Jair numa participação antiga no evento, em que ele dizia ser a noite mais feliz de sua vida. O cantor morreu na última quinta-feira (8), aos 75 anos, em sua casa em Cotia, em São Paulo.
Prêmio da Música Brasileira - Gil e Beth Carvalho (Foto: AG.News)
Em seguida, Gilberto Gil e Mariene de Castro subiram ao palco para abrir a noite de shows com a música É Luxo Só, conhecida na voz de João Gilberto. Logo depois, Mateus Solano e Camila Pitanga, linda num vestido rosa choque, subiram ao palco para apresentar o premio, que homenageou o samba. Camila, um pouco nervosa, disse que era o 20º encontro da música, no que rapidamente a plateia a corrigiu. Saiu-se muito bem. Não demorou nada até que as fotos pipocassem nas redes sociais. Flora, mulher de Gil, na turma do gargarejo, estava com o dedo nervoso. "Que lindos no palco", escreveu ela, além de postar foto com Zeca Pagodinho, que também alimentou o Instagram com fotos de bastidor ao lado de Xande de Pilares e Paulinho da Viola.
Prêmio da Música Brasileira - Isabelle Drummond e Tiago (Foto: AG.News)
O clima, desde a entrada, por volta das 21h, era de pura alegria e descontração. Teve espaço até para romance. Isabelle Drummond, a Megan de Geração Brasil, e o namorado,  o músico Tiago Iorc, davam beijos apaixonados enquanto esperavam o convite que dava acesso aos assentos. Ele concorreu na categoria Álbum de Língua Estrangeira - e não levou o troféu. A loura platinada não estava afim de conversa. "Hoje a noite é para falar de música", disse ela aos jornalistas, sem maiores detalhes.
Lulu Santos também não estava com clima para papo, mas se sensibilizou quando a pergunta foi sobre a morte do filho de Erasmo Carlos, Alexandre Pessoa, na tarde dessa quarta-feira (14). "É um momento muito difícil. Sou muito amigo dele e o mínimo que posso fazer é dar uma força", disse Lulu.
Ali do lado, uma negra que chamava atenção com seu vestido longo verde e por lembrar a atriz Lupita Nyong'o, que venceu o Oscar por seu trabalho em 12 Anos de Escravidão. Era Gessica Justino, bailarina e professora do coletivo carioca Baobá, grupo que pensa "no real papel da arte, como ponto de partida a afinidade com a estética e cultura africana na África e no mundo. "Acho interessante como a Lupita traz um novo olhar para o negro na sociedade, que sempre lutou para ser reconhecido. É necessário alguém ficar famoso para nos representar e para que os olhares se reacendam. Ela traz a luz para nossa representação", filosofa Gessica.
Marisa Orth chegou acompanhada do amigo Gringo Cardia, responsável pelo belíssimo cenário do evento. Eles também são parceiros na ONG Spectaculu. A atriz também comentou sobre a saúde de Arlete Salles, que retirou um tumor no seio no início do ano. "Ela está ótima e foi só um susto. . Ela já vai voltar e a gente vai dividir o papel. Foi só um carocinho", disse ela, sobre a peça O Que O Mordomo Viu, em que contracena com Miguel Falabella. A princípio, o papel seria de Arlete, mas Marisa assumiu o posto para que a amiga cuidasse da saúde.
Erika Januza, a intérprete de Alice de Em Família, melhor amiga de Luisa, papel de Bruna Marquezine, está satisfeitíssima com seu papel. "Está todo mundo querendo saber se a Alice vai encontrar o pai (na novela, ela foi fruto de um estupro) e o que vai fazer depois disso. Estou adorando porque incentiva a denúncia de casos parecidos", diz ela à coluna, contando que ficou muito amiga de Marquezine. "A gente é tão amiga que saímos juntas, aliás, o grupo todo. Só não saímos mais porque gravamos até aos domingos", afirma. Quem também aproveitou uma folguinha nas gravações da novela foi Reynaldo Gianecchini, o Cadu, e, depois da recuperação de um câncer, contou sobre suas cenas. "Não tenho problema em fazer cena de doença. É legal quando tem esse clima na novela que gera uma comoção e expectativa", disse.
Marisa Orth, Gessica Justino e  Erika Januza  (Foto: AGNews)
De volta aos shows, Mateus apresentou a abelha rainha, Maria Bethânia, que entrou descalça no palco para cantar trechos de Santo Amaro ê ê, Quixabeira, Reconvexo, Minha Senhora e Viola Meu Bem. A cantora levou o troféu na categoria MPB. A plateia foi abaixo. Nos bastidores, ela fez a simpática e até posou para fotos.
Um dos momentos mais emocionantes foi a apresentação de Beth Carvalho, também consultora do evento. Sentada num banquinho, ela fez questão de se levantar várias vezes enquanto cantava Preciso Me Encontrar, Juízo Final e O Sol Nascerá. Foi ovacionada com o público de pé.
Baby do Brasil e seus cabelos roxos tiveram companhia de um corpo de dançarinas, num clima Carmen Miranda, para a música E o Mundo Não Se Acabou. Os acordes vocais da cantora também lembraram Elza Soares, com aqueles gritos que só elas podem emitir. Foi aplaudidíssima.
Prêmio da Música Brasileira - Maria Bethânia (Foto: AG.News)
Prêmio da Música Brasileira - Maria Bethânia (Foto: AG.News)
Prêmio da Música Brasileira - Arlindo Cruz, Almir Guineto e Zeca Pagodinho (Foto: AG.News)
"Nem sempre o samba foi recebido pela porta da frente do Theatro Municipal", disse Solano, antes de anunciar os convidados especiais Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz e Almir Guineto. Eles interpretaram as músicas  Dor de Amor, Pedi ao Céu e Vai Vadiar, para delírio dos sambistas presentes, que, mesmo sentados, sacudiam o esqueleto. Aliás, Zeca era um dos únicos do teatro com a regalia de ter um isopor cheio de cerveja só para ele.
A mulher de Arlindo, Babi, que estava na fila A, ficou de pé cantando e dançando durante a apresentação, animadíssima. "Ai, meu Deus, que vergonha. Quebrei o tabu do Municipal. Só eu lá de pé", disse ela à coluna no camarim. Aliás, o ponto de encontro nos bastidores, logo depois do evento, foi altíssimo astral. Solano, já livre do palco, desabafou: "Fiquei nervoso para c****. Mas até que me saí bem", disse ele, que arriscou uma cantoria durante a apresentação. "Me saí bem né?", perguntava.
Prêmio da Música Brasileira - Camila Pitanga tietando Arlindo e Péricles (Foto: Dani Barbi)
Camila Pitanga, já pronta para ir para casa, fez declarações de amor a Arlindo e Péricles, que cantou mais cedo com a africana Angelique Kiojo as canções O Canto das três Raças e Sinfonia da Paz. "Ela é, antes de tudo, uma pessoa incrível e usa a arte em prol da unificação das pessoas. O samba é muito abrangente e não tem fronteiras", disse Péricles, que cantou trechos da mesma música em português e Angelique em iorubá (língua falada no sul do Saara, na África). Angelique foi vencedora do Grammy em 2008 e cantou na abertura da última Copa na África do Sul. "O samba me lembra minha infância. É a liberdade e faz as pessoas verem que a vida é bela", reflete a cantora.
"Estou muito emocionado. Nossa Senhora. A crônica do povo brasileiro é contada através do samba. Todo mundo tem um samba de cabeceira, aquele que marcou uma época, um amor, uma alegria", disse Arlindo, que está comemorando três anos de casado com Babi e 28 de namoro. "A gente tem muita música. Ela é minha musa. Fizemos uma música assim (e começou a cantarolar, junto com Babi e Péricles): 'Será que é amor, parece muito mais, meu anjo minha flor, minha canção de paz, a luz do teu olhar clareia o meu viver, não posso mais ficar sem você, não deixa o nosso desejo virar poeira, um oceano de amor que não pode secar, minha paixão eu te juro é pra vida inteira, que você pode usar e abusar de amar...". Qual foi o momento mais emocionante para você? "A minha madrihna Beth Carvalho me fez chorar com essa volta dela, cantando de pé, se esforçando para ficar ali. A gente vê que ela está lutando para vencer, mas o samba cura tudo", diz ele, que coleciona troféus, desde que cantava com o Fundo de Quintal, e também acompanhará a turnê dos shows do prêmio, que vai rodar várias cidades do país a partir do dia 18 e gravar o DVD.
Prêmio da Música Brasileira - Paulinho da Viola e Hamilton de Holanda (Foto: AG.News)
Para encerrar as participações especiais, Paulinho da Viola interpretou as canções Onde a Dor Não Tem Razão, Timoneiro e Foi um Rio que Passou Em Minha Vida, que contou com as o músico Hamilton de Holanda e da bateria da Portela. No fim, todos aplaudiram de pé e saíram de lá renovados. É como diria Dorival Caymmi: 'Quem não gosta de samba, bom sujeito não é...'
Também passaram por lá Leandra Leal, Débora Bloch, João Bosco, Supla, Ney Matogrosso, Chitãozinho e Xororó, Sérgio Loroza, Marina Elali, Diogo Nogueira, Supla, Glória Maria, entre tantos.
Prêmio da Música Brasileira - Alcione, Elke Maravilha e Milton Nascimento, Supla e Xande de Pilares (Foto: AG.News)
Prêmio da Música Brasileira - Alcione, Elke Maravilha e Milton Nascimento, Supla e Xande de Pilares (Foto: AG.News)

Discografia de Zeca Pagodinho será lançada no Rio

A capa da biografia de Zeca Pagodinho (Foto: Divulgação)
A longa discobiografia de Zeca Pagodinho será lançada na quarta-feira (21) na Livraria da Travessa do Leblon, no Rio de Janeiro. O livro 'Zeca Pagodinho - Deixa o samba me levar' (parceria entre a Musickeria e a Sonora Editora), de Jane Barboza e Leonardo Bruno retratam toda a carreira do cantor. "Logo no início o sambista foi identificado pela turma do Cacique de Ramos como um grande versador, craque no improviso", conta Leonardo, revelando ainda que a facilidade do cantor com as palavras  vem desde criança, quando ele fazia versinhos. "Isso revela uma característica pouco conhecida de Zeca: o gosto pela leitura. Entre seus livros preferidos estão 'O Conde de Monte Cristo', 'O Homem que Calculava,  'A História sem Fim'. O sambista conta que, quando era novo, tinha mais tempo para ler", diz Leonardo, que ouviu de Zeca a seguinte frase: "Hoje me dão livros, mas não me dão tempo”.  Zeca já confirmou presença no lançamento.

Festival de música sertaneja vai aterrissar em Portugal

Gusttavo Lima é um sucesso em Portugal (Foto: Divulgação)
O Villa Mix, maior festival itinerante de música sertaneja do país, terá sua primeira edição internacional. O show acontece no dia 4 de outubro, em Lisboa, com público estimado em 50 mil pessoas. É que o sertanejo universitário brasileiro – Jorge & Matheus e Gustavo Lima à frente – virou febre em Portugal.

"Senna me contou segredos que jamais revelarei ", diz Alain Prost

Ayrton Senna e Alain Prost em 1988, quando ambos se tornaram companheiros de equipe na McLaren (Foto: Reprodução)
Numa entrevista reveladora à revista francesa Paris Match, o ex-piloto Alain Prost falou sobre os 20 anos da morte de seu arquirrival,  Ayrton Senna. Para surpresa de muitos, Prost é absolutamente carinhoso e deferente com o brasileiro. "Jamais haverá outro como Senna, O homem e o piloto são absolutamente únicos. Ele tinha um talento inacreditável, todos os atributos de um belo rapaz, mas lia a Bíblia em seu quarto. Era alguém bastante secreto que levou uma parte do mistério consigo", diz Alain.
O francês conta que, antes da morte de Ayrton em Ímola, o antigo rival lhe telefonou. "Ele contou segredos muito particulares. Coisas que eu não revelarei jamais. Me falou como se estivesse falando ao melhor amigo. Fiquei ao mesmo tempo orgulhoso e perturbado". Prost disse que Ayrton tentou de todas as formas que ele voltasse à Fórmula 1. "Ele me confidenciou que sempre me teve como objetivo e que, na minha ausência, não se sentia mais motivado. Nossa briga foi muito positiva, de uma certa maneira. Éramos os melhores inimigos do mundo. Disse a ele que iria contratá-lo como piloto no dia em que tivesse minha própria escuderia".
Uma das maiores revelações de Prost é sua hesitação em comparecer ao velório de Senna. "Eu temia a reação do público brasileiro a meu respeito. Telefonei para Bethy Lagardère (brasileira, viúva do empresário francês Jean-Luc Lagardère), de quem eu era muito próximo para lhe pedir conselhos. Ela me convenceu a ir ao enterro. Tive uma relação muito bonita com a família de Ayrton".

Malvino e Paolla Oliveira apresentarão prêmio da TV portuguesa

Malvino Salvador e Paolla Oliveira com a apresentadora de programa da SIC portuguesa (Foto: Reprodução Instagram)
Malvino Salvador e Paolla Oliveira estão em Portugal para participar da 19ª edição dos Globos de Ouro que premia os melhores da TV daquele país, em evento de gala que acontecerá dia 18, no Coliseu dos Recreios, em Lisboa. Mas, até lá, os atores estão com a agenda lotada participando de programas da TV SIC, como o Passadeira Vermelha (ou tapete vermelho), nessa quinta-feira (15). Ele até postou foto ao lado de Paolla e da apresentadora em sua rede social. Tudo por causa do sucesso da novela Amor à Vida, que é exibida por lá desde o mês passado. "Bateu a saudade", escreveu ele, pela primeira vez em Portugal. Paolla Oliveira, que foi seu par no folhetim de Walcyr Carrasco, já é assídua no país e comentou: “Amo Portugal e adoro a comida", disse ela à tvmais.

Revista francesa chama Anitta de "Rainha do pop"

Anitta (Foto: Glamour Brasil)
A badalada revista francesa Paris Match, a mais importante da França, acaba de publicar uma extensa reportagem com as pessoas que considera "símbolos do Brasil contemporâneo". E, entre o artista plástico Vik Muniz e o cantor Caetano Veloso, está ninguém menos do que Anitta, batizada pela publicação a "Rainha do pop nacional".
"Cantora Kleenex ou futura pop star? Difícil saber neste instante", questiona a Paris Match sobre o desafio de Anitta se manter no topo das paradas. A revista ainda diz que a música da cantora "não traz nada de novo". "Ela balança entre Lady Gaga e Shakira, mas seu vídeo Show das Poderosas foi visto por mais de 65 milhões de brasileiros no YouTube".
Ainda na matéria, o cantor Arlindo Cruz é apontado como o novo rei do samba, Caetano Veloso diz que a melhora na condição econômica do país "deve-se a Fernando Henrique Cardoso, não a Lula", Rodrigo Santoro, Alice Braga, Wagner Moura, José Padilha e Carlos Saldanha são exaltados como "os brasileiros que conquistaram Hollywood", e o aguardado filme Rio, eu te amo é anunciado para estrear no mês de setembro. Duas páginas mostram o Projac, a fábrica de sonhos da TV Globo.
E há uma bizarrice: a ministra da Cultura Marta Suplicy é chamada de "Mãe das artes" e a revista diz que, "apesar do balanço positivo na prefeitura de São Paulo, ela foi derrotada em 2004 notadamente em razão de seu divórcio e de seu gosto pela moda". Oi?

Tatá Werneck lança CD e fala de situação amorosa: "Enrolada"

Tatá Werneck (Foto: Camilla Maia/Ag. O Globo)
Ela está em toda parte, só faltava em versão mp3. Vocalista da banda Renatinho desde 1994, ao lado dos amigos comediantes Maurício Meirelles, Murilo Couto, Marco Gonçalves e Nil Agra, Tatá Werneck está em processo de finalização do CD do grupo, chamado Flavio. "O nome é bonito, mas não quer dizer nada nem ninguém", diz a comediante. A obra terá oito faixas, incluindo algumas composições próprias – uma delas dedicada à história de amor de dois postes. “Minha voz é péssima, horrível, do tipo 'meu Deus, por que ela é a vocalista'? É só porque tenho presença, faço performances e toco bateria. É uma banda escrota, mas muito maneira. Fazemos shows sem camisa e encaro a cantora de rock", afirma a comediante, cotada para protagonizar uma novela das 19h em 2015. "Se for verdade, vou amar", diz ela.
Juninho, a primeira canção de trabalho, vai ganhar um clipe de animação e deve ser lançada simultanemente com o álbum, a aproximadamente dois meses. "Quero fazer show e ver o Edson Celulari na plateia. Meu lado cantora não existe, mas adoro cantar e tocar. Faço aula de violão e também toco piano. Acabei de me mudar para o Rio e minha sala não tinha muito a ver comigo. Tirei tudo de lá e montei um estúdio com os instrumentos", diz ela, que escuta de tudo, desde Noel Rosa e Cartola a Coldplay e Bruno Mars. Tatá também vai fazer um quadro no Caldeirão na época da Copa do Mundo. "Não entendo nada de futebol, mas vou à coletiva do time de Camarões e Honduras, quero ser expulsa de campo, quero fazer de tudo. Estou levando a sério, mas não sei quem são os jogadores, apenas Neymar e Julio César. O Huck me deu carta branca para fazer m***".
O tom bem humorado só muda quando Tatá desmente que teria 'ficado' com o músico Diego Miranda. "Ele é um grande amigo. No show dele subi no ombro, cantei no palco e aí a galera começou a inventar que ficamos juntos". Perguntada sobre como está o coração, ela conta que ainda está "enrolada" com o ex-futuro-eterno namorado, o engenheiro Felipe Gutnik, com quem ficou por oito anos. "Ainda não 'desfiquei' do Felipe. Existe a possibilidade de termos alguma coisa".

"Me traiu no dia do meu aniversário", diz mulher de Jamelão Neto, sambista flagrado aos beijos com Débora Bloch

Tamara Fernandes e Jamelão Neto - término de casamento depois de traição do músico (Foto: Arquivo Pessoal)
Dois dias depois de a coluna flagrar o músico Jamelão Neto aos beijos com a atriz Débora Bloch na festa após o Prêmio da Música Brasileira na noite de quarta-feira (14) na Sociedade Hípica Brasileira, no Rio de Janeiro, Tamara Fernandes, mulher do sambista, procurou a coluna. Sim: embora não fosse casado oficialmente, Jamelão tinha uma relação de quase três anos com a estilista e modelo que, detalhe, completou 27 anos na quinta-feira (15), dia em que a nota foi publicada. "Estou arrasada. Ainda mais por receber uma noticia dessas no dia do meu aniversário. Morávamos juntos há mais de dois anos e assim que vi as fotos dele beijando a Débora, coloquei um ponto final na relação", afirma Tamara, contando ainda que pediu para o músico deixar a casa onde moravam. "Ele não quis sair, então eu peguei minhas coisas e fui embora. Nas últimas 24 horas minha vida virou de pernas para o ar", diz ela.
Tamara não acompanhou o marido na festa porque eles haviam discutido horas antes. "Foi uma briga de casal como outra qualquer. Mas daí ele fazer isso, francamente, me senti humilhada publicamente", diz ela, que chegou a mandar uma mensagem para Débora Bloch no Facebook, alertando que o músico era comprometido. "Imagino que ela ela nem deveria saber que ele era casado. Ela não respondeu minhas mensagens", desabafa a estilista, garantindo não se importar se a relação dele com a atriz vai para frente. "Se ela quiser, pode ficar. Mas que saiba com quem está lidando".
Tamara afirma que até a família de Jamelão, conhecido como a voz da escola de samba Mangueira, foi pega de surpresa. "A mãe dele ficou passada". Para Tamara, o término não tem volta. "Ele quis fazer as pazes, mas não vou perdoá-lo: para mim a relação chegou mesmo ao fim. E da forma mais traumática possível: minha dignidade está no chão", desabafa.
Jamelão Neto e Débora Bloch na festa do Prêmio da Música (Foto: Acyr Mera Júnior)
Jamelão Neto e Débora Bloch na festa do Prêmio da Música (Foto: Acyr Mera Júnior)

Poderosas, Taís Araújo, Grazi Massafera e Isabeli Fontana arrasam em Cannes

Poderosas, Taís Araújo, Grazi Massafera e Isabeli Fontana arrasam em Cannes
Taís Araújo, Grazi Massafera e Isabeli Fontana chegaram juntas ao tapete vermelho do Festival de Cannes, na França e é impossível negar que elas queriam tirar o fôlego de todo o público. As três estavam deslumbrantes com seus looks de gala para o evento.

Taís investiu num vestido prateado todo bordado com pedras, fechado no pescoço, enquanto Isabeli deixou o decotão mais abusado num look mais fino e todo amarelo. Grazi, por sua vez, apareceu diva num modelo azul marinho com detalhes dourados e o look ficou perfeito em sua pele.

Não dá para negar que todo mundo ficou babando no trio para lá de perfeito.

Carlos Alberto de Nóbrega aparece com o dente da frente quebrado

Carlos Alberto de Nóbrega aparece com o dente da frente quebrado
Carlos Alberto de Nóbrega consegue rir até quando o próprio sorriso tem um desfalque bem na frente. O humorista quebrou o dente da frente e não se importou de mostrar o acidente nas redes sociais.

Não teria como ser diferente. Uma das maiores estrelas da história do SBT, Charles Albert, como ele era chamado pela inesquecível Vera Verão, tem motivos para rir à toa. Na semana passada, foi ao ar uma edição especial de A Praça é Nossa. A razão foi homenagear os 60 anos de carreira do apresentador.

João Kleber engana e revolta fãs ao dizer que seria pai: "trollou todos"

João Kleber engana e revolta fãs ao dizer que seria pai:
João Kleber surpreendeu os fãs ao revelar nesta sexta-feira (16) que seria pai. Ele acabou se metendo em uma confusão quando deu a entender que sua namorada Eliana Amaral, Vice-Miss Bumbum 2013, estaria esperando seu primeiro filho.

Ele escreveu: "Parabéns amor, a nós e ao nosso bebezinho". Imediatamente, vários internautas deram parabéns ao casal.

Mas neste sábado (17), Eliana Amaral voltou à rede social para desmentir o fato. "Não foi pegadinha, e nem fizemos por mal, não falamos em gravidez, ainda, apesar de estar em nossos planos, mencionamos a chegada do nosso bb, que nada mais é do que uma yorkshire fêmea chamada Chanel".

A falsa notícia irritou os fãs do apresentador da RedeTV!: "trollou todos os seus fãs fieis joão", disse um seguidor. Outro perdoou a falha de João: "perdoado mito pelo erro!"

João Kleber pediu desculpas pela brincadeira e equívoco: "Mais uma vez explico o equivoco! Não foi trolagem! Não anunciamos gravidez! Nos desculpem!".

Comentarista Osmar de Oliveira está em estado grave de saúde


Comentarista Osmar de Oliveira está internado em estado grave - Divulgação/Band
O narrador e comentarista Osmar de Oliveira, 70 anos, está em estado grave de saúde após complicações decorrentes de tumor na próstata. O profissional da Rede Bandeirantes passou por cirurgia de retirada do tumor na terça. No dia seguinte, foi necessária outra intervenção cirúrgica emergencial. Ele permanece na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital AC Camargo, na Liberdade, em São Paulo.

"O Osmar teve uma melhora neste sábado em relação à sexta-feira, mas continua sendo grave", informou o médico Joaquim Grava, que não participou dos procedimentos cirúrgicos, mas que tem acompanhado o estado de saúde do amigo.

Doutor Osmar, como é conhecido, está de licença do programa Jogo Aberto para se tratar do tumor na próstata. Ele está escalado para representar o Grupo Bandeirantes na Copa do Mundo, em junho.

Amigo de Osmar, o apresentador Milton Neves destacou o momento delicado do comentarista. "O Dr. Osmar sempre teve 5 excessos: o caráter, a competência, a lealdade, o corintianismo e o cigarro. Este tem sido o problema de um bom homem", postou Milton Neves no Twitter.

Doutor Osmar passou por susto em julho de 2013, quando sofreu infarto. Na ocasião, ele foi submetido a cateterismo. Corintiano roxo, Osmar "culpou" o árbitro Carlos Amarilla pela internação do ano passado. Amarilla havia apitado jogo em que o Corinthians foi eliminado da Libertadores frente ao Boca Juniors. O juiz teve atuação polêmica.

Paralelamente à vida como comentarista e narrador, Osmar também atua como médico ortopedista. Osmar é formado em Jornalismo e Medicina. Ele dá nome ao Instituto Osmar de Oliveira, que fica em São Paulo, voltado ao atendimento em ortopedia, fisioterapia e medicina esportiva.

Osmar trabalhou no departamento médico do Corinthians, além de passagem pelo São Bento. Na TV, o comentarista trabalhou na Rede Globo no início dos anos 80. Ele também já trabalhou na equipe de esporte da Record e SBT. Na Band, ele exerce a função de comentarista desde 2007, em sua segunda passagem pela emissora paulista.

Recentemente, a Bandeirantes perdeu Luciano do Valle, que faleceu em virtude de infarto. Do Valle seria o principal narrador da Band para o Mundial. Oliveira Andrade foi escolhido pela emissora paulista para substituir Do Valle.
Torcendo, orando pela recuperação de saúde do querido amigo OSMAR DE OLIVEIRA. Grande companheiro há décadas.

O Dr. Osmar sempre teve 5 excessos:o carater,a competencia,a lealdade, o corintianismo e o cigarro. Este tem sido o problema de um bom homem

Força amigo Osmar !!

FIRMEZA, Osmar de Oliveira. Torcendo pela recuperação de um companheiro de tantos anos e gente da melhor qualidade.Abração .

FORÇA DR OSMAR !!!! Temos uma casa pra ir ....!!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...