sábado, 4 de outubro de 2014

Aos 77 anos, morre o ator e diretor Hugo Carvana


Morreu neste sábado (4), aos 77 anos, o ator e diretor Hugo Carvana. Hugo estava internado no hospital Pró Cardíaco, no Rio de Janeiro. De acordo com o canal Globo News, a família do artista informou que ele estava internado com insufciência respiratória e infecção desde domingo passado, e não resistiu.
Carvana ficou conhecido, especialmente, por atuações em produções voltadas para a comédia, como o típico malandro carioca, tornando-se uma grande referência para o cinema nacional. Ganhou destaque nos anos 1970, em Cuca Legal  (1975) e Gabriela  (1976), suas primeiras novelas. Fez parte também do movimento Cinema Novo, fundamental para o crescimento das produções audiovisuais brasileiras, atuando em longas como Os Fuzis, de Ruy Guerra, e Terra em Transe, de Glauber Rocha.

Entre produções na teledramaturgia, séries de TV e cinema, seus últimos títulos foram Não se Preocupe, Nada Vai dar Certo  (2013), como diretor, Insensato Coração  (2011), como ator, e Casa da Mãe Joana,  em 2008 e 2013, também como diretor.

Um dos grandes momentos da carreira de Hugo aconteceu durante sua atuação em Celebridade  (2003), quando seu personagem, Lineu Vasconcelos, foi misteriosamente assassinado por Laura, fato só revelado no último capítulo da novela de Gilberto Braga. A morte foi prontamente comparada a de Odete Roitman, de Vale Tudo  (1988), e ficou marcada.
Luta contra câncer no pulmão
Hugo foi diagnosticado com câncer em 1996, quando havia acabado de atuar em Cara e Coroa  (1995). Valente, enfrentou a doença e, já no ano seguinte, estava curado. Voltou para o batente no filme O Homem Nu , dirigido por ele.
Há 6 meses, o tumor teria voltado, conforme informou a família ao canal Globo News.

Carvana deixa a mulher, Martha Alencar, e os filhos Pedro, Maria Clara, Júlio e Rita. 

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...