sábado, 6 de setembro de 2014

Xuxa: "Sonho com um cantinho com mar, verde, meus bichos e o Junno"

Xuxa: \
Domingo (7), às 21h30, o Planeta Xuxa – um dos programas de maior sucesso na carreira da loura - volta a ser exibido na telinha, no canal Viva. Feliz com a reestreia, Xuxa gravou uma entrevista para ser exibida no Viva, comparando sua vida hoje com 1997, ano em que o programa foi ao ar pela primeira vez. Entre as respostas mais curiosas está as atividades físicas que fazia e que faz atualmente.

"Ficava duas horas em cima de um step, de uma esteira. Hoje, só faço atividades para a terceira idade”, brincou ela, dizendo que atualmente, tudo mudou.

“Cabeça, ombro, joelho e pé. Dói tudo. E eu ainda acho que posso muito mais. Mas a resposta do corpo vem e hoje preciso ouvir, porque ele grita. Vejo que não posso mais tudo o que podia. Hoje, só faço atividades pra terceira idade, fisioterapia”, disse, aos risos.

Xuxa disse ainda que era doida.

“Já era pra ser mais calma com 34 anos, mas eu era doida (risos). Brincava e só queria saber de me divertir. Mas já pensava em ter filhos, porque queria ser mãe antes dos 35. Não tinha nem corpinho de 34 anos, porque eu me jogava, pulava, era doida".

A loura comentou ainda sobre a importância da TV.

“Era bem mais próxima da gente. Tudo o que eu fazia, todo mundo via. Hoje é mais dividido, tem internet, as mídias sociais. A televisão era mais próxima da família e eu me sentia mais íntima de todo mundo”, disse ela, ressaltando ainda que na época sonhava em ser mãe, em ter alguém legal.

O funk, seu ritmo preferido na época, não deixou de ser lembrado, mas ela confessou uma mudança no gosto musical

"Adorava funk Princesa, por favor volte pra mim, MC Marcinho, Claudinho e Bochecha, nossa, eu cantava muito. Eu era muito eclética. Hoje, gosto de música com pouco arranjo, com uma mensagem. Mas tem dias em que gosto de funk. Só não gosto muito de rock, que é muita gritaria".

Xuxa destacou os itens que mais a deixavam feliz na época.

"Dormir bastante, o que naquela época era difícil. Pegar sol, fazer compras, jogar buraco com minha mãe e beijar muito na boca. Hoje, queria muito, muito ver minha mãe bem. E ainda me faz feliz dormir bastante, comer a comida da Maria...", destacou ela, dizendo ainda o que a tirava do sério.

“Até hoje é isso: eu não suporto ver injustiça com crianças, com velho e bichos. Com quem não pode se defender. Esqueço de tudo o que minha mãe me ensinou, das boas maneiras, de religião, perco tudo, fico surda, cega e muda e quero voar em cima da pessoa. Viro bicho.

Com o sonho permanente de ver sua mãe bem de saúde e sua filha, muito feliz, ela também planeja viver longe da agitação, ao lado de Junno Andrade.

“Também sonho com um cantinho com mar, verde, meus bichos e o Junno".

Seu grande desafio, no passado e ainda hoje...

"Ainda é falar menos. Mas acho que agora, com mais de meio século, já foi, né? Acho que, quando eu chegar aos 60, já vão aceitar tudo o que eu falo".

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...