sexta-feira, 25 de julho de 2014

Rafael Ilha e mulher poderão ser soltos após pagarem fiança de R$ 55 mil

Rafael Ilha e Aline Kezh estão presos desde segunda-feira, 21 de julho
Rafael Ilha e Aline Kezh poderão ser soltos após pagarem fiança de R$ 55 mil, segundo o advogado do ex-polegar, José Beraldo. A previsão dele é que o casal deixe a cadeia em Foz do Iguaçu (PR) na próxima segunda-feira (28). O valor determinado é de R$ 40 mil para ele e R$ 15 mil para a jovem, que é ré primária.

"A Justiça Federal de Foz do Iguaçu acatou o pedido da defesa concedendo alvará de soltura ao ex-polegar e sua esposa Aline, com pagamento de fiança arbitrada em 40 mil para ele e 15 mil para ela. Com o pagamento da fiança será expedido alvará de soltura para ambos. Provamos já de imediato que não houve crime de tráfico internacional de armas e continuaremos trabalhando em sua defesa", diz nota enviada pelo escritório de Beraldo à imprensa.

O casal foi preso na segunda-feira, em Foz do Iguaçu (PR), na fronteira com o Paraguai, ao tentar entrar no Brasil com uma arma calibre 12, 50 munições do mesmo calibre e um aparelho de choque.

"Tivemos um parecer favorável do Ministério Público Federal, o promotor acatou nosso liberdade. A Aline pode sair ainda hoje ou amanhã. Sobre o ex-polegar, ele quer que apresentemos as folhas de antecedentes para demonstrar que ele pagou tudo. Com isso, o Rafael Ilha pode ser solto na segunda ou terça-feira", declarou Beraldo

O advogado critica a ação da polícia de algemar os dois após a revista. "Estou mostrando que a polícia errou, deu uma prisão precipitada, inclusive não precisava do uso de algemas".

Na quarta-feira, Beraldo já havia declarado que é preciso apurar os fatos sobre as circunstâncias da prisão. "A polícia disse que a espingarda estava com a Aline. Quero apurar se estava com a moça. Parece que ele coleciona armas. Precisamos apurar em que situação tudo aconteceu. Não há tráfico internacional de armas, isso é um exagero. Costumo dizer que sempre há duas verdades: uma da polícia e outra da acusado", afirmou.

Garoto-problema
Rafael Ilha fez parte do grupo adolescente Polegar entre 1989 e 1991. A partir daí o cantor possui uma longa história relacionada a crimes e uso de drogas. Ele foi preso para primeira vez em 1998 quando tentava assaltar pessoas para comprar drogas, em São Paulo.
Nos anos seguintes Rafael foi detido por dirigir na contramão e por posse de cocaína. Em 2000, Rafael foi parar uma clínica após ingerir alguns objetos durante uma crise de abstinência.

Em 2005, Rafael foi preso por porte ilegal de arma e em 2008 passou 17 dias na prisão por tentativa de sequestro e formação de quadrilha. Atualmente Rafael é repórter do programa "A Tarde É Sua", apresentado por Sônia Abrão.

A assessoria de Sônia contou que ela ficou sabendo da prisão de Rafael pela imprensa e que estava surpresa com o fato. Segundo ela, Rafael havia trabalhado até o último final de semana normalmente.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...