quarta-feira, 23 de julho de 2014

Família entra com ação contra Oscar Filho após postagem de foto da filha

Oscar Filho apresenta 'Putz Gril...' (Foto: Divulgação)
A família de uma estudante de Monte Aprazível (SP), a cerca de 35 km de São José do Rio Preto (SP), entrou na Justiça após a foto da filha, na época com 17 anos, ter sido publicada sem autorização numa rede social pelo apresentador e humorista Oscar Filho. A ação está na 31ª Vara Cível de São Paulo (SP) e pede R$ 109 mil por danos morais à adolescente e à família. De acordo com a psicóloga Joseane Cristina Fernandes, que assina um laudo médico sobre o caso, a estudante entrou em depressão após a postagem, precisando de acompanhamento psicológico.
Por telefone, o G1 entrou em contato na manhã desta terça-feira (22) com a assessoria de imprensa, que informou estar ciente do caso e que iria dar uma posição de Oscar sobre o ocorrido, à tarde. Até a publicação desta reportagem,  "Não temos como responder ou falar sobre o caso neste exato momento, até porque estamos saindo de uma gravação e entrando em outra", informou a assessoria, por e-mail.
A postagem contestada teria sido publicada em abril deste ano - a jovem completou 18 anos de julho - em uma página de relacionamentos que pertence ao humorista. A foto da menina, que apresenta sequelas de uma paralisia facial, foi colocada junto a uma montagem seguida da seguinte frase: “Você já se sentiu tão diferente que até sua própria imagem te acha estranho?”.
Segundo o advogado José Roberto de Carvalho, que representa a jovem, o humorista foi intimado no início de junho e teria 45 dias para apresentar a defesa no processo cível. O caso será entregue ao Ministério Público Federal (MPF) de Rio Preto para possível investigação criminal. O advogado também informou que não sabe como o humorista obteve a foto da estudante.
Imagem postada por Oscar Filho era foto de menor de idade de Monte Aprazível e foi printada por site de notícias, que compartilhou o caso com a família (Foto: Reprodução / Facebook)
Imagem postada por Oscar Filho era foto de menor de idade de Monte Aprazível e foi printada por site de notícias, que compartilhou o caso com a família (Foto: Reprodução / Facebook)
Na época, a publicação causou espanto para amigos e parentes da jovem em questão, que mora em uma cidade pequena, com cerca de 20 mil habitantes. Um site de notícias local reproduziu o caso e mais de mil comentários foram enviados a Oscar Filho, que teria deletado a postagem logo em seguida. “Oscar Filho, preconceituosamente e sarcasticamente aproveitou de uma foto da jovem e agrediu-a emocionalmente. Os efeitos negativos foram sentidos por ela, pela família e também por todos os conhecidos e desconhecidos”, afirma a psicóloga Joseane Cristina Fernandes, que assina o laudo médico anexado no processo.
O caso ganhou repercussão só nesta semana, após uma professora denunciá-lo à Promotoria Federal. Ela não tem vínculos com a família, mas se mostrou indignada com a situação, segundo o advogado que representa a jovem.

A família entrou na Justiça, que pediu um laudo médico comprovando as duas anomalias genéticas da adolescente - uma na face (paralisia facial) e outra no pé (pé torto bilateral congênito). Os dados colhidos nos exames revelam que a jovem tem boa saúde mental, e, embora apresente problema físico congênito, seu sistema cognitivo não apresenta comprometimento.
Comentários se mostraram contrários à publicação (Foto: Reprodução / Facebook)
“Até o momento, ela estava mantendo boas relações familiares e sociais, porém, ao tomar conhecimento do fato ocorrido com ela, a primeira reação foi um choro compulsivo e depois foi acometida por uma tristeza profunda seguida de ansiedade, depressão, irritabilidade, auto estima negativa, sentimento de inferioridade e revolta, afastando-se das atividades rotineiras, inclusive escolar”, diz a psicóloga Joseane Cristina Fernandes.
O laudo com a avaliação médica foi anexado ao processo, junto com cópia da postagem, comentários e repercussão negativa do caso. O jornalista Lucas Ribeiro, do site Monte Aprazível Notícias, conseguiu cópias da publicação antes de ela ser retirada da página e entregou à família.
De acordo com a mãe da jovem, que não quis ser identificada, a filha teve problemas até para sair de casa, pois era parada na rua por conta da publicação. “Ele vai pagar na Justiça pelo que fez, isso não se faz nem com um animal. Ele não ia gostar se isso fosse feito com alguém da família dele e foi com minha filha, uma pessoa que ele nem conhece, de família que nasceu com problemas. Ele debochou de algo que é sério, não deveria ter feito isso e nem se desculpou”, diz a mãe.
Segundo ela, a filha ainda sofre preconceito e continua deprimida. “Com a repercussão do caso, tenho medo que tudo volte novamente, os deboches, os problemas. Vamos tentar mostrar apoio a ela sempre, que é uma inocente nesta situação”, comentou a mãe. O laudo médico ainda pede que a jovem continue com o tratamento psicológico, pois o desequilibro emocional pode trazer males psicossomáticos.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...