quinta-feira, 12 de junho de 2014

Acusado de agredir ex, Kadu Moliterno quer processar programas de TV

Kadu Moliterno com a ex Brisa Ramos, que o acusou de agressão
Acusado publicamente de agredir a ex-namorada Brisa Ramos, o ator Kadu Moliterno afirmou que o caso está na justiça e que processará canais de televisão. "Temos provas de que fui vítima de calúnia e difamação", disse o ator, que acompanhou o jogo do Brasil contra a Croácia nesta quinta (12) no Budweiser Hotel, em Copacabana, Zona Sul do Rio de Janeiro.
"Vou até o fim, e os programas de TV que usaram a minha imagem, a imagem da minha família e da minha ex-mulher indevidamente também serão processados", afirmou.

Em maio, Kadu afirmou por meio de se advogado que era vítima de chantagem. "O meu cliente namorou realmente essa menina durante cinco meses e resolveu terminar. Ela não se conformou com o fim da relação e passou a dizer que iria para imprensa revelar várias coisas e acontecimentos que poderiam complicar a vida profissional e pessoal. O Carlos Eduardo se sentiu ameaçado e me procurou. Juntos nós registramos um boletim de ameaça dessa menina contra o Kadu", disse Ricardo Borges ao UOL.

Depois de postar um desabafo em uma rede social afirmando que foi agredida três vezes pelo ator, Brisa Ramos contou ao UOL que também fez um boletim de ocorrência na mesma delegacia policial. "Fui lá nesta terça e fiz uma queixa contra o Kadu. Ele me agrediu três vezes", disse.

"Estou arrasada. Nunca pensei que fosse chegar a esse ponto. Kadu é um cara machista e muito, muito ciumento. Quem terminou a relação foi eu no último sábado. Nunca o ameacei, nunca disse que ia para imprensa falar mal dele. A verdade é que fui iludida, pensei que estava me relacionando com uma pessoa e conheci outra", contou Brisa.

Em 2006, Kadu Moliterno esteve envolvido em um caso de agressão contra a ex-mulher, Ingrid Saldanha. Os dois foram casados durante 15 anos e tiveram três filhos: Lanai, Kauai e Kenui. A separação ocorreu depois que Ingrid acusou o ator de espancamento e chegou a registrar queixa em uma delegacia no Rio.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...