terça-feira, 20 de maio de 2014

Morador de Petrópolis entra na Justiça contra gravações de novela

Morador de Petrópolis entra na Justiça contra gravações de novela - Divulgação/TV Globo
Há uma semana, Petrópolis, cidade da Região Serrana do Rio de Janeiro, virou cenário das gravações de Falso Brilhante, novela de Aguinaldo Silva que estreia em breve na Globo.

Por conta disso, segundo o colunista Leo Dias, do jornal O Dia, a população loca viu a cidade virar de cabeça para baixo. Com as principais avenidas fechadas ao tráfego em plena hora do rush (por volta das 9h da manhã), o congestionamento foi parar no jornal.

O promotor criminal Celso Quintela entrou com uma representação através do Ministério Público Estadual reivindicando a autorização dada pela Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes — CPTrans — à TV Globo. O caso será apurado pelo promotor da 2ª Promotoria de Tutela, Vinícius Ribeiro. Em entrevista ao colunista, Celso Quintela Aleixo falou sobre a medida judicial

“Eu não sou o promotor responsável pela área. Fiquei chocado com o congestionamento provocado pela gravação. Há décadas não se abrem ruas em Petrópolis para melhorar a vida do cidadão e fiquei imaginando como havia sido permitido interditar as poucas vias da cidade. O cidadão não foi priorizado. A minha representação é para apurar de quem é a culpa pelo transtorno causado ao cidadão. O que eu fiz qualquer pessoa que se sentir prejudicada pode — e deve — fazer”, afirmou.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...