sábado, 17 de maio de 2014

Jair Rodrigues preparava biografia com ajuda dos filhos

Jair Rodrigues - cantor preparava biografia (Foto: Divulgação)
O mundo artístico está em luto com a morte de Jair Rodrigues, nesta quinta-feira (8), em Cotia, São Paulo, aos 75 anos. A causa da morte ainda não foi divulgada. As redes sociais lamentam a perda de um dos músicos mais carismáticos da MPB. A filha Luciana Mello se manisfestou através do Facebook: "Quero agradecer, de coração, o imenso carinho que estamos recebendo. Em breve falaremos com todos. Só pedimos que respeitem nossa privacidade nesse momento tão difícil e sofrido. Muito obrigada". Jair era avô de Isabela, 6 anos, Laura, 2, filhas de Jair Oliveira com a atriz Tania Khalill, além de Nina, de 4 anos, e Tony, de 4 meses, filhos de Luciana Mello e Ike Levy. Ele era casado com Claudine Melo Rodrigues, a Clô, há 40 anos.
A coluna bateu um papo com o cantor em setembro do ano passado e presta uma homenagem reproduzindo a matéria, em que ele conta sobre a biografia que estava produzindo ao lado dos filhos.
"Jair Rodrigues lançará uma biografia, por insistência do filho, o músico Jairzinho. O livro está em processo de apuração. "Jairzinho está gravando todas as histórias para filtrar as melhores e estamos atrás das pessoas que serão citadas e das famílias daqueles que já não estão mais por aqui", disse Jair. "Vai entrar de tudo, desde quando o Jair era pivetinho. Quando você começa a fazer uma biografia não pode esquecer de ninguém e também dos já falecidos e o processo de pedir autorização é o mais demorado. Agora estamos na fase dos festivais da canção. Pelo amor de Deus, são 54 anos de carreira", afirma o 'cachorrão', apelido na época em que ficou conhecido ao apresentar, ao lado de Elis Regina, o programa O Fino da Bossa, na TV Record, em 1965. Com uma energia única, o cantor diz que também gravará um CD duplo ao lado do filho, Jair Rodrigues Samba Mesmo, com lançamento previsto ainda para este ano. "Será um CD duplo, com oito faixas inéditas e 22 sambas regionais imortalizados nas vozes de amigos como Ângela Maria, Cauby Peixoto, Chico Buarque, Ary Barroso, Cartola, Nelson Cavaquinho, entre tantos. Inclusive  o clássico Como É Grande o Meu Amor por Você, de Roberto Carlos", diz ele, que teve um encontro com o Rei para pedir permissão. "Encontrei com o Roberto, e ele disse na lata: 'ô Cachorrão, você não pede, você manda. Inclusive ele já me deu autorização para citá-lo na biografia. Ele pode estar longe fisicamente, mas sempre perto do coração", diz Jair.
Adendo:
O projeto saiu em março deste ano e, para comemorar o lançamento, o cantor gravou um making of mostrando o clima descontraído das gravações e como é feita a produção das músicas. Jairzinho também participou da produção e aparece em várias cenas acompanhando o pai. “Eu costumava dizer esse é um sambão, esse é samba mesmo. Aí o Jair (Oliveira, filho) pensando nessas palavras falou para gente fazer um projeto com uns sambas maneiros”, explica o artista no início do making of. Jair estava em turnê pelo país para divulgar o projeto.
Continuação:
Você é saudosista? "Sinto falta da grande amizade e do grande respeito pelo artista. Éramos todos felizes e sabíamos. Era uma amizade muito grande e tudo isso acabou. Fico vendo a nova geração praticamente desunida, cada um por si... Poxa, tem que se unir de novo porque o músico precisa um do outro. Hoje o artista precisa cantar música sem conteúdo e descartáveis para poder sobreviver. Gosto não", diz ele, que destaque dois nomes da atualidade: Maria Rita e Pedro Mariano, não por coincidência, filhos de Elis. "Sempre disse para ela sair fora da imitação da mãe", diz ele. E o segredo da vitalidade? "Tiro isso de letra, nêga. Sempre me cuidei e a saúde está sempre em primeiro lugar. Gosto de beber uma cachacinha, um vinhozinho, mas sempre dentro dos limites. E faço sauna quase todos os dias".
As peripécias de Jair na Europa
"Em 1966, 67 fui com Elis Regina e o Zimbo Trio fazer uma apresentação na Europa e começamos por Portugal, no casino Estoril, daí a gente ensaiou e fiz aquelas brincadeiras, plentei bananeira, fiz minha sacanagem e, quando voltamos, Elis falou: 'Ó, não vai ficar de sacanagem aqui porque português não gosta de preto'. Fique puto da vida porque ela falou sério e entrou no camarim. Os integrantes do trio me viram triste e perguntaram o motivo. Perguntei se era verdade que português não gostava de preto. Quando entramos no camarim ela soltou uma gargalhada sonora: 'Poxa negão, você é tão esperto e não notou? Português não gosta de preto, gosta de preta'".
"Quando Elis subiu no palco, uma mulher entrou para fazer uma matéria para um jornal local e perguntou onde estavam os bailarinos e as mulatas. Ouviu que era um show de bossa nova, um grande espetáculo com Elis e Jair. Na segunda música a jornalista dormiu e começou a roncar. Elis ficou p*** da vida. Quando ela saiu, os músicos tocaram um arranjo de Dois na Bossa e vi uma f*** da p*** de vestido vermelho roncando na plateia. Na música O Morro não tem Vez fui em direção à mulher e dei um tapa na mesa. Ela acordou num sobressalto. A Elis rachou o bico de tanto rir".
Cantor de velório
"Há uns 18 anos fui chamado para fazer um show em Santos, mas, de repente eu entrei num cemitério (Cemitério Memorial, que tem um espaço grande para shows). A família que construiu o espaço é fã do Jair. E o que aconteceu? Fui chamado novamente para cantar lá (em maio do ano passado, em comemoração ao Dia das Mães). Posso dizer que sou um cantor até de cemitério"
Elixir da juventude
"Nossa senhora. Semana passada (setembro de 2013) fui a Ouro Preto fazer um show e, quando cheguei ao aeroporto de Belo Horizonte, uma senhora veio tirar foto comigo e pedir autógrafo. Daí apareceram outros celulares e a coisa foi demorada. Comecei a fazer minhas bricandeiras e caretas. Uma delas virou e disse: 'Nossa, você é igualzinho a seu pai'. Acredita que me confundiram com o Jairzinho? Fique feliz da vida. Quando alguém perguntar por que você nunca envelhece, diz que já nasceu velho".

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...